Como o pequeno empresário pode exercer uma liderança motivadora

Tempo de leitura: 4 minutos

 

A vida do pequeno empresário não é fácil, disso ninguém tem dúvidas. Afinal, são inúmeras as tarefas a desempenhar. Uma jornada de trabalho de 10 a 12 horas por dia, sem falar nos finais de semana.

A empreitada é grande e por isso, é necessário ter ao seu lado um time forte de colaboradores que possam fazer a diferença em seu negócio. Mas para isso é fundamental, que o pequeno empresário exerça uma liderança motivadora.

Na realidade, o que acontece, é o empresário correndo de um lado para outro, estressado, sempre com problemas a resolver. É aquele fornecedor cobrando o título a vencer ou então muitas vezes vencido, são as audiências trabalhistas que chegam deixando-o preocupado, é a receita financeira daquela venda que ainda não entrou e tem a folha de pagamento, impostos, empréstimos, produção em atraso entre outros.

Se você é dono de uma pequena empresa conhece muito bem esse tipo de situação e já deve ter perdido horas de sono pensando como solucionar. Infelizmente, situações assim são rotinas de grande parte das pequenas empresas no Brasil.

Em meio a tudo isso, até chega a ser compreensível que não dê tempo para gerir com cuidado as pessoas que estão trabalhando para você.

Porém, é indispensável pensar sobre:

– O que você tem feito para motivar seus funcionários?

– Eles gostam de trabalhar para você ou estão apenas pela necessidade de receber seu salário no final do mês?

– O que você poderia melhorar para que eles tenham mais motivação e assim maior eficiência em suas atividades?

Se você quer alcançar resultados melhores na sua empresa, então, você precisa dar mais atenção aos seus funcionários. 

E para isso, é preciso desempenhar uma liderança motivadora.

Mas como o pequeno empresário pode exercer uma liderança motivadora?

O sonho do empreendedor é ter sua empresa crescer em lucratividade e eficiência e assumir uma ótima posição no mercado de atuação.

Não adianta somente, elaborar as melhores estratégias para ultrapassar a concorrência, escolher o melhor ponto comercial ou ainda utilizar tecnologia de ponta, se a empresa não se dedicar a cuidar de seu maior ativo empresarial que são as pessoas.

É preciso trabalhar para que seus colaboradores sejam também aliados, cúmplices dispostos a trabalhar numa parceria confiável, em que todos tenham a consciência de que o sucesso de cada um depende do sucesso de todos.

Essa tarefa só é conseguida quando o empresário deixa de ser um centralizador e passa a compartilhar informações, disseminando conhecimento, delegando tarefas, conscientizando da importância de todos no processo e também buscando soluções em conjunto.

É importante saber que para exercer uma liderança motivadora é necessário que o líder esteja motivado, e sabemos que não é fácil se auto motivar todos os dias ainda mais diante de um cenário de tantos desafios, mas o importante é começar, e o primeiro passo é reconhecer o que precisa ser modificado em sua empresa e porque não dizer, em sua rotina também.

Identifique o perfil de seus funcionários, analise os pontos fortes deles. Veja o que poderia melhorar, converse com eles individualmente mostrando o quanto você se importa com o desempenho profissional e pessoal de cada um.

Identifique suas necessidades e veja o que a empresa está fazendo ou que poderia fazer para atender as necessidades de cada um ou da maioria.

Faça reuniões mostrando o desempenho da empresa, deixando clara a importância que cada um teve nesse processo.

Faça elogios à equipe quando os resultados estão de acordo com o esperado, e cuide para nunca chamar atenção de alguém em público.  Chame em particular e exponha a situação com seriedade e busque formas de resolver evitando desmotivação e conflitos.

Promova as atividades que possam desenvolver as habilidades de seus funcionários, você pode, por exemplo, investir em um treinamento online e compartilhar com todos, isso irá beneficiar sua empresa no aumento da motivação e sem falar que conhecimento técnico adquirido pelos seus funcionários pode contribuir em aumento da produtividade e efetividade nas tarefas.

Se você acha que seguir estas sugestões é complicado, pense em delegar essa função.

 Tenha em mente que sua empresa não precisa ser totalmente controlada por você, é possível que outras pessoas possam assumir áreas que você não domina.

Assim vai lhe sobrar mais tempo para cuidar de outras estratégias de organização e controle que permitirão que sua empresa cresça e seja lucrativa.

Sucesso!

Se você gostou, compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *