8 Dicas para gerenciar uma empresa familiar com sucesso

Para gerenciar uma empresa familiar é  preciso que haja uma definição clara dos objetivos que a empresa pretende atingir e encará-la como uma grande empresa.

Se colocar na posição de sócio/colaborador com a missão de garantir o crescimento da empresa contando com pessoas comprometidas com o mesmo ideal.

A maioria de novas empresas começa com um estilo de gestão informal, com a ausência de políticas internas e padrões de gestão, além de ser formada em grande parte por parcerias entre irmão, pai, mãe, tios, primos etc..

Escolher familiares mais próximos é uma opção vantajosa, devido ao elo de confiança muito forte, mas em contrapartida existe a dificuldade de uma definição clara de hierarquia.

Ou seja, a facilidade que se tem para escolher familiares para trabalhar na empresa não é a mesma que se tem para conduzi-los frente ao negócio.

Qual o segredo para gerenciar uma empresa familiar?

Em uma empresa familiar existem muitos desafios, enfrentá-los de maneira profissional é um grande segredo para conseguir o sucesso.

 

 8 Dicas para administrar uma empresa familiar

#1. Regras claras

Desde o início é bom estabelecer regras claras para todos da família, com a definição de funções e responsabilidade de cada um e principalmente conscientizar a todos que são colaboradores e, portanto, serão cobrados constantemente.

 #2. Planejamento

O planejar o futuro é fundamental, criar metas com prazos definidos e fazer acompanhamento. Realizar reuniões para discutir os rumos que a empresa está tomando é uma medida importante.

 #3. Controle financeiro

Dentro do controle financeiro deve se ter o cuidado para que as contas pagas sejam exclusivamente contas da empresa, evitando o erro muito comum de usar recursos da empresa para pagamento de contas pessoais ou de familiares.

É importante observar as atribuições do responsável pelas finanças da empresa, ocorrem muitos casos de o gestor financeiro ser também gestor operacional ou vendedor, acabando por cuidar somente dos recursos disponíveis e a negligenciando um planejamento e uma visão de longo prazo que são fundamentais para empresa.

#4. Decisões racionais

Evitar decisões tomadas em momentos de abalo emocional, pois nem sempre são decisões racionais e assertivas para o momento.

#5.  Salários e atribuições dos funcionários

 Definir o salário de cada funcionário de acordo com suas competências, e não adotar o hábito de que todos tem que pegar junto, ser multifuncional é indispensável nos dias de hoje, mas em proporções moderadas e razoáveis, para evitar que vire bagunça.

#6. Tratamento dos funcionários

Por mais difícil que isso seja, evitar que haja tratamento diferenciado entre funcionários. Seja familiar ou não todos devem ser tratados e cobrados por resultado de maneira igual, o mesmo vale na hora de elogiar.

#7. Alinhamento de interesses

É importante que se identifique e se entenda o alinhamento de interesses. Muitas vezes, se escolhe um filho pra um cargo de sucessor, mas não observa suas aptidões e se tem o desejo de receber este cargo.

 #8. Práticas de Governança Corporativa

Para garantir a transparência e ajudar nas definições de critérios e regras uma boa alternativa é criar um conselho de família, onde se reúnam esporadicamente para discutir e resolver conflitos e também alinhar os objetivos e valores da família com os da empresa.

Com a conscientização de que a empresa precisa ser independente, que precisa crescer e para isso necessita da geração de lucro que possibilite uma larga evolução. Os envolvidos na gestão precisam unir forças para vencer os conflitos e ainda realizar uma administração coerente, que busque aperfeiçoar os controles administrativos e os recursos humanos, pois são as chaves para se alcançar o sucesso em qualquer gestão.

 

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • como administrar uma empresa familiar
  • regras para ter uma empresa familiar
  • hierarquia de vor em uma empresa familiar
  • gerenciamento familiar
  • empresa familiar trqbalho
  • dicas de gerenciamento de empresa
  • como organizar o dinheiro da empresa familiar
  • como gerir um negócio de família
  • como gerir empresa
  • como gerenciar uma rotisseria

2 Comentários

  1. Sem dúvida, essas dicas são cruciais! Me esforço em aplica-las numa pequena empresa que gerêncio, é meio difícil.

  2. kelly

    adorei me ajudou com duvidas que tinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *