Qual a Importância de Controlar na Ponta do Lápis suas Finanças Pessoais?

Já escrevi um post que trata sobre como a mudança de hábito financeiro pode salvar suas finanças (se você ainda não leu Clique Aqui), nele falei do valor que damos ao dinheiro, dos conceitos errados e adquiridos ao longo de nossas vidas sobre riqueza e sucesso e também como nossos hábitos são moldados a partir de nossos conceitos. Mas não sinto que não deixei claro quais as maneiras existentes para fazer isso e ainda não enumerei os benefícios que pode lhe trazer para sua vida se você souber a Importância de Controlar na ponta do lápis suas finanças pessoais.

Primeiramente, destaco que o grande erro da maioria das pessoas desconhecerem a importância do controle financeiro pessoal é causado pela cultura brasileira de não ensinar desde cedo para as crianças. As escolas que deveriam ter este papel, mas não tem. Acontece grande parte das pessoas chegam à vida adulta sem preparo para se administrar financeiramente, sem uma estrutura psicológica, sem conhecimento algum sobre finanças e mesmo economia.

Aprendem, quando aprendem na prática cotidiana da vida através de erros seja, contraindo empréstimos sem analisar condições e prazos, comprando sem pesquisar direito, sendo lesadas por juros exorbitantes, enfim, é uma infinidade de problemas que elas enfrentam ao longo da vida, quase sempre sem paz financeira tão necessária para se viver bem.

Qual a maneira certa de Controlar as finanças pessoais?

Existem diversas maneiras para ter uma vida financeira equilibrada, mas nenhuma delas será eficiente ou trará resultados se você não entender a importância que existe em controlar seus gastos e principalmente, enxergar onde estão os erros cometidos.

Trata-se mesmo de um exercício de autoconhecimento, identificando e conscientizando-se da forma de que como você vem lidando com o dinheiro ao longo de sua vida e o porquê disso.

Primeiro vamos começar devagar, da próxima vez que pensar em comprar algo faça-se as seguintes perguntas:

Eu preciso de verdade comprar? Porque eu preciso?

Vamos ver um exemplo prático: Ana foi a um shopping almoçar com seu marido. Enquanto aguardava ele chegar, passeava observando algumas vitrines, foi quando  parou na frente de uma loja de sapatos e viu um modelo ao qual se apaixonou, decidindo-se imediatamente pela compra.

Quando estavam almoçando ela contente mostrou a novidade ao seu marido. E ele que trabalha com investimentos olhou e comentou: Outro sapato amor, você precisava mesmo ter mais um, você já tem mais de 40 pares de sapato e este é o terceiro que você compra somente neste mês. Ana não conseguiu esconder a frustração que teve ao ouvir aquilo de seu marido, mas não era a primeira vez que isso acontecia e então, começou a refletir, concluindo que realmente não tinha necessidade de comprar aquele sapato,  que poderia ter investido em algo de maior necessidade ou ainda ter poupado para investimentos futuros, já que o casal estava planejando a compra um apartamento no final do ano e ter um filho. Decidiu para si mesma que precisava mudar e iria começar sempre se questionando antes de gastar da real necessidade e o motivo. 

Percebeu? Ana entendeu que a compra do sapato não era importante e necessário naquele momento.

Decidindo que antes de querer comprar alguma coisa iria se perguntar se de fato está precisando.

Podemos concluir que questionamentos são muito importantes e principalmente se você tiver um objetivo de futuro.

Assim como no exemplo da Ana, o primeiro passo é você também começar a se questionar antes da decisão de uma compra.

Identificando as possibilidades existentes e as consequências por tal decisão.

Não se deixe levar pelas emoções.

Assim você estará sempre agindo de forma inteligente, correndo menos risco de gastar o que não deve e poupando para investimentos futuros.

Segundo passo é você anotar tudo o que gasta, de maneira simples, mas completa. Pode ser em um caderno ou uma planilha, o importante é você começar a criar o hábito de fazer anotações e depois de algum tempo analisar para onde foi destinado o seu dinheiro do mês.

Na internet existem diversos modelos de planilhas prontas que você pode baixar e adaptar para sua rotina.

Quais os benefícios de Controlar na ponta do lápis suas finanças pessoais

Percebemos através do exemplo da Ana que se questionar é fundamental. Podendo trazer benefícios a curto, médio e longo prazo, tais como:

==>  Enxergar para onde vai seu dinheiro;

==> Não correr risco de inadimplência;

==> Se programar para pagamentos e despesas futuras ou até antecipações de parcelas;

==> Poder poupar para investimentos de longo prazo, como a compra de imóvel, carro, etc.

==> A possibilidade de usar o dinheiro poupado em investimentos em caderneta de poupança, ações, fundos de investimento, títulos do tesouro direto, previdência privada.

Organizar as finanças pessoais é muito importante e não é nada fácil para quem nunca se preocupou com isso.

Exige muita disciplina e dedicação, mas sem ações efetivas não chega a nenhum lugar.

É preciso se conhecer e identificar seus hábitos financeiros negativos e se preparar para ir mudando aos poucos um dia de cada vez.

 Boa sorte neste caminho!

Crédito da Imagem: courtesy of Pong at FreeDigitalPhotos.net

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • gerir finanças pessoais
  • a importancia das finanças pessoais
  • dicas para gerir bem as finanças
  • qual a importância de analisar e pensar antes de fazer uma compra parcelada?
  • Qual é a importância de controlar
  • tabela da importância de nossas Finanças Como podemos controlar

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *