O Desafio das Microempresas no Brasil

 “Matar um leão por dia” seria o termo mais similar para caracterizar o cenário diário das microempresas no Brasil. Com impostos e encargos sociais pesados e excesso de burocracia, somente com muito esforço e dedicação é possível driblar estes fatores e alcançar o sucesso.

Iniciar as atividades sem saber o cenário em que está inserido ou ter apenas a idealização do sucesso baseado em uma ótima ideia inovadora não é suficiente para arriscar a empreender.

Deve-se ter muito mais.

Infelizmente temos uma cultura muito imediatista, que ao contrário da cultura americana, por exemplo, onde os empreendimentos são planejados durante meses a fio para concluir a então viabilidade ou não de um projeto. Agir por impulso mostra-se um grande propulsor para um iminente fracasso na hora de abrir as portas de uma empresa.

O que muito tem colaborado para as então conhecidas pesquisas divulgadas nos últimos anos, que mostram que de cada 10 empresas cinco sucumbem antes dos 3 anos de vida.

Melhorar este agravante deveria ser a missão de nossos governantes, através de medidas que verdadeiramente estimulassem os pequenos empresários, como investimentos em capacitação e redução de impostos, para que os mesmos tivessem condições de ter uma continuidade duradoura e gerando mais empregos e renda para economia brasileira.

E mesmo diante de tantas dificuldades e pouco incentivos ainda é crescente o número de empreendedores iniciais, como mostra a pesquisa GEM publicada pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), só em 2013 cerca de aproximadamente 21 milhões de pessoas estavam envolvidos na criação ou administração de negócio inicial e cerca 19 milhões eram proprietários ou administradores em um empreendimento com um pouco mais de 42 meses.

Vencer as torrentes adversidades deste mercado desafiador, ainda carente por mais estímulos governamentais e alcançar sucesso nos negócios é preciso do empreendedor muito mais que coragem de assumir riscos.

Tem que se armar de várias estratégias para lutar e vencer este adversário cruel chamado mercado.

E, além disso, para ter vida longa no campo dos negócios é necessário doses diárias de muita dedicação, persistência, buscar sempre por novos conhecimentos, ter uma excelente visibilidade de mercado, conhecer cada vez mais os gostos e o perfil de seus clientes, de seus concorrentes, de seus fornecedores, ter um eficiente em planejamento financeiro e estratégico.


Referências:

 http://ibqp.org.br/upload/tiny_mce/Download/GEM_2013_-_Relatorio_executivo_Empreendedorismo_no_Brasil.pdf

 

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • os desafios das microempresas

1 Comentário

  1. Pingback: Financiamento para Abrir uma Empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *