Entenda o Passo a Passo para Criar um Pitch Para Investidores

Pitch é uma ferramenta usada para fazer a apresentação de um negócio ou ideia de negócio para qualquer público, podendo ter duração de 1 minuto até 1 hora, dependendo da oportunidade que se tem para fazer a abordagem.

O principal objetivo do pitch é captar de recursos para uma empresa. Existem até eventos de apresentação e competição onde os candidatos tem um tempo estipulado para expor suas ideias, ouvindo opiniões de especialistas sobre seu negócio e ainda com a grande chance de conseguir um investidor.

Existem muitas possibilidades de apresentar um modelo de negócio, o importante é identificar o investidor e abordá-lo de acordo com a situação e lugar. Exatamente por esta razão que é preciso estar preparado para saber aproveitar as oportunidades com sucesso, conseguindo marcar uma segunda reunião para finalmente fechar o contrato.

Mas como fazer um Pitch?

Para fazer um pitch é preciso muito conhecimento de tudo que envolve sua empresa, apresentando de maneira simples, concisa e dentro do tempo disponível, de modo que cause muito interesse do investidor em conhecer mais a ideia de negócio ou então já decidir que vale a pena investir no negócio.

Fatores fundamentais na hora da apresentação

O pitch deve seguir uma linha de raciocínio lógica para que o investidor entenda o que está sendo apresentado, veja abaixo, os fatores fundamentais que devem estar presente na apresentação:

 A primeira impressão é a que fica: os primeiros instantes de apresentação são obrigatoriamente o ponto chave de todo o resto. Tem que acender no investidor curiosidade e atenção em conhecer mais sobre o negócio. Ser objetivo e claro na hora de apresentar é fundamental. Se for uma apresentação com slides, dá para destacar o slogan da empresa, ou utilizar uma frase que simplifique tudo que o negócio representa, não sendo longa, porém, muito criativa e apropriada para a situação.

Apresentando o problema: na hora de mencionar o problema é importante frisar os pontos fortes das dores do mercado, enumerando quem e quantos enfrentam tal situação.

Apresentando a solução: demonstrado o problema, o próximo passo é a solução. Deve ficar claro o nicho de mercado que a empresa vai atender e como vai conseguir solucionar o problema tendo um diferencial que valha a pena investir.

Entender completamente o mercado e onde sua empresa se encaixa nele: quanto maior o mercado tiver condições de a empresa atuar, mais o investidor terá interesse, pois significa ganho para ele. O importante ressaltar as estratégias de atuação, vendas, custos, publicidade e como vai entrar nesse mercado, como se vai conseguir captar novos clientes e o quanto cada novo cliente custa para empresa.

Listar principais concorrentes e porque o negócio apresentado se difere, mostrando dados concisos que comprovem o que está sendo apresentado.

Apresentar um plano sólido de como vai utilizar os recursos financeiros da empresa. 

Possuir uma equipe experiente confiável, com papéis definidos: apresentar as habilidades da equipe que trabalham no projeto, destacando as experiências e de como estão preparadas para acompanhar a empresa no processo de crescimento.

Por fim o qual o investimento necessário para viabilizar a empresa:

Este ponto deve ter bastante cuidado em relação ao perfil de risco do investidor e saber o quanto ele tem condições de apostar na ideia.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *