Como gerir uma MEI com eficiência

COMO GERIR UMA MEI COM EFICIÊNCIA

Gerenciar uma Mei com eficiência significa ter organização e controle, veja neste artigo dicas valiosas para você não ter dores de cabeça na administração de seu negócio.

Como gerir uma mei com eficiência? Essa é uma questão que deve ser levada muito a sério, pois a empresa é o seu sustento.

Diferente de empresas maiores, a lei não obriga a MEI ter um contador, toda a administração, normalmente, fica a cargo do próprio microempreendedor.

A lei que rege o MEI dispõe de muitas facilidades para os empreendedores, uma delas, é ter assessoria contábil gratuita no primeiro ano de empresa, desde que sejam optantes pelo regime do Simples Nacional.

A contagem desse tempo é desde o momento de sua abertura e não do início das atividades.

Esse serviço de contabilidade poderá servir de base para sua administração no futuro.

Logicamente, o MEI pode optar em contratar um contador, mas como os ganhos do MEI são pequenos, muitas vezes, acaba sendo inviável.

A administração de uma MEI é relativamente simples, mas precisa seguir os processos básicos de administração de uma empresa grande.

Por ser uma empresa individual é comum misturar as despesas da empresa e as despesas pessoais.

Dependendo do ramo de sua atividade essa prática pode não ser nociva a empresa, mas em muitos casos a empresa pode ficar endividada.

Leia também: Como administrar corretamente o capital de giro de sua empresa

O princípio básico para gerir de forma eficiente uma MEI é definir o seu prolabore, que será seu salário.

Para fins legais seu prolabore é 1 salário mínimo, mais uma porcentagem de lucro, essa porcentagem varia de 8% a 32%, dependendo de sua atividade.

Isso é para fins legais, principalmente para o imposto de renda, mas você pode definir valores maiores, mas deve ser um valor fixo ou uma porcentagem de seu faturamento.

Por que é importante definir esta retirada mensal fixa?

Por que é importante essa definição? Porque sua empresa precisa estar sempre em dia com suas obrigações legais e precisa ter uma reserva financeira para despesas não esperadas.

Isso é uma tarefa difícil, mas é essencial para sua empresa prosperar e obter crescimento, o que aumentará seu faturamento e você terá cada vez mais tranquilidade financeira.

Vamos a um exemplo, que demonstra a importância de ter uma reserva financeira.

Vamos supor, que sua MEI presta serviços ao qual é necessário se deslocar até o cliente, e certo dia seu meio de transporte estraga, no meio do trajeto até o cliente.

  1. Você já terá o prejuízo financeiro e de imagem por não conseguir atender seu cliente naquele momento.
  2. Caso não tenha uma reserva financeira, não terá dinheiro para fazer o conserto e seu veículo poderá ficar vários dias parado.
  3. Com o veículo parado seus ganhos irão diminuir drasticamente, dificultando ainda mais o conserto do veículo.
  4. Essa situação pode lhe obrigar a solicitar um empréstimo, no qual pagará juros.

Caso tivesse a reserva financeira de emergência, seu veículo voltaria ao serviço de maneira rápida, gerando o menor prejuízo possível.

Esse exemplo acima é bem recorrente para pequenos empreendedores que trabalham com seus veículos, infelizmente.

 Passo a Passo de como Gerir bem sua Empresa MEI

  • Tenha um livro caixa (pode ser digital ou físico), nesse livro você deverá anotar tudo que entra e sai, ou seja tudo que você recebe e tudo que você paga dia a dia.
  • Caso tenha estoque, controle tudo que entra e sai, sem exceções
  • Tenha uma agenda (que fique sempre acessível) para anotar de forma organizada, dia a dia todas suas obrigações, como impostos, energia, aluguel etc.
  • Defina seu pró-labore e anote todas as suas retiradas do caixa da empresa.
  • De preferência abra uma conta corrente pessoa jurídica para sua mei, hoje existem vários bancos digitais que tem contas gratuitas
  • Tente sempre reduzir seus custos sem reduzir a qualidade de seu serviço.

Lembre-se que você é o(a) contador(a), administrador(a), financeiro, e tudo mais que uma empresa precisa para funcionar.

Sua jornada será sempre dupla, até que você possa contratar um funcionário, mas será muito recompensadora.

Pesquisas de 2017 mostraram que mais de 70% dos pequenos empreendedores ganham em média 3 salários mínimos.

Não é algo extraordinário, mas já é acima da média dos trabalhadores no regime CLT, com a vantagem de que quanto mais trabalhar mais você poderá ganhar.

Seguindo essas dicas, e tendo um bom marketing aliado a estratégia de vendas de sua empresa, você será um(a) empreendedor(a) de sucesso.

Leia também: 11 Tipos de Trabalho em Casa e suas principais Estratégias de Marketing Digital


Se você precisa de orientação e ajuda para administrar a sua MEI entre em contato conosco através do e-mail: contato@atitudeenegocios.com ou pelo nosso WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5551993450255.


Tags: | | |

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

18 Atitudes Para Alcançar Qualquer Objetivo

Não enviamos spam!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.