Contador Profissional: 3 Dicas para o começo da carreira

Você é um Contador Profissional, que domina a prática contábil? ou acha que é apenas um bacharel com um diploma embaixo dos braços buscando uma oportunidade no mercado?

Pense comigo, quantas e quantas noites você ficou estudando para aquela ‘bendita’ prova de custos? Ou então, quantas vezes quebrou a cabeça para fechar aquele balanço patrimonial que dava uma diferença tão pequena, mas que ao final era apenas uma inversão de números digitados?

Mas sejamos honestos, alcançar o tão sonhado e almejado diploma não é garantia alguma de se ter sucesso profissional.

Infelizmente, são grandes os números de estudantes que se formam todos os anos e não fazem ideia de como começar a trabalhar como contador?

E acredite, eu sei bem o que escrevo, pois sinto na pele essa dificuldade. Durante a faculdade não tive a oportunidade de trabalhar na área contábil. Fiz estágios na área financeira e ali permaneci, porque os ganhos eram superiores e eu precisava pagar a faculdade, porque não poderia estagiar em empresas que forneciam bolsas de R$ 500,00.

E ainda assim, trabalhando em áreas correlatas, no início não foi fácil, enfrentei meses que sobrava apenas R$ 40,00 para meus gastos pessoais.

Superei (ufa!), conclui a faculdade.

As Reais Dificuldades de ser um Contador Profissional

Ao terminar a faculdade, muitos desafios surgem e o primeiro deles é passar no Exame de Suficiência, que ano a ano, mantem um índice muito pequeno de aprovação.

Para você ter uma ideia em 2018, mesmo tendo um aumento no número de aprovação, foram  registrados 37,49 %, dos aproximadamente, 40 mil inscritos que conseguiram passar no exame, segundo dados do Conselho Federal de Contabilidade.

Deu para perceber que existe um gargalo muito grande de graduados que não conseguem sequer a licença para executar a profissão.

E os que conseguem, poucos desempenham a profissão alcançando pelo menos o retorno do investimento do curso que realizou.

Entre as principais queixas que percebo nos grupos de contabilidade que acompanho no Facebook, estão:

  • Falta de união da classe contábil
  • Dificuldades para realizar as obrigações com pleno entendimento das mesmas
  • Excesso de burocracia
  • Clientes que querem pagar abaixo do valor de mercado
  • Falta de ética: pessoas que exercem sem ter registro no CRC
  • Inadimplência dos clientes
  • Falta de preparo técnico dos profissionais
  • Etc

Infelizmente, o mercado é injusto para maioria dos contadores, muitos acabam adoecendo ou desistindo de desempenhar a profissão e partindo para outros ramos.

Mas calma, não é só de tempestades que é feita a carreira de contabilista.

O contador profissional é aquele que domina as práticas contábeis que exerce seguramente sua profissão, pois entende que ele é um médico das empresas.

Por obrigação legal e, por uma questão de sobrevivência e organização, as pessoas, as empresas e outros órgãos confiam no profissional contábil, pois entendem que ele é único capaz de orientar e apontar os caminhos a serem seguidos para que elas andem dentro da lei.

Permitindo que cresçam com segurança e de acordo com seus planejamentos.

Entretanto, as empresas na grande maioria não dão oportunidades para recém-formados sem que estes tenham experiência anterior.

E diante desse cenário, muitos buscam investir em seu negócio, mas é aí que ficam evidentes as dificuldades e falta de preparo técnico.

Muitos investem altos recursos em treinamentos, mas acabam decepcionados, não alcançando o conhecimento e preparação técnica necessária.

 

Como ser um Contador Profissional

Para ser um contador profissional e se destacar no mercado, você tem que ter muita força de vontade, gostar de estudar e claro,ter verdadeira paixão pela contabilidade e sua função.

Pois a graduação é muito limitada, e diante de um mercado cada vez mais inovador e competitivo, é exigido do profissional de contabilidade o conhecimento de várias áreas.

Buscar aperfeiçoamento profissional, desempenhar tarefas nos diversos setores contábil poderá capacitá-lo para o mercado.

Não tenha medo de estagiar, pois é no estágio que se formam as competências necessárias para ser um bom contador.

Além, de ser uma ótima oportunidade de descobrir qual o ramo que você se identifica mais e, a partir daí, se preparar para uma especialização.

E, diante da Convergência das Normas Brasileiras de Contabilidade aos padrões internacionais de contabilidade, abre mais o leque de oportunidades de atuação. Dessa forma, aprender um idioma, principalmente o inglês torna-se imprescindível.

3 Dicas para se tornar um Contador Profissional

Como ser um contador profissional

# 1 Não ter medo de desafios

 Para se tornar um competente contador é necessário, não ter medo de assumir desafios.

Se você está na graduação, ou mesmo já atuando no mercado, deve sempre ter uma postura firme e segura, diante das oportunidades. Assumindo responsabilidades com plena convicção de sua capacidade de buscar conhecimento para resolver questões desconhecidas.

Mas com o cuidado, para não assumir responsabilidades que fogem de seu domínio. É uma linha muito tênue entre uma questão difícil ou trabalhosa de resolver e uma questão que foge de sua alçada de conhecimento e especialização.

Lembre-se que um dos deveres que consta no código de ética do Contabilista é:

 “recusar sua indicação em trabalho quando reconheça não se achar capacitado para a especialização requerida…”

Quando se deparar com questões que desconhece ou que não sente preparado para desempenhar, negue o trabalho.

E para o cliente não ficar sem a prestação de serviço indique a outro colega de confiança.

 

# 2 Prezar pela ética em todas as circunstâncias da carreira de contador

Moramos num país famoso pelo ‘jeitinho brasileiro’ de resolver as coisas.

Na sua carreira profissional o único jeito de resolver as coisas é prezando pelos regulamentos e leis vigentes.

De novo o Código de Ética orienta:

“exercer a profissão com zelo, diligência, honestidade e capacidade técnica, observando as Normas Brasileiras de Contabilidade e a legislação vigente, resguardando o interesse público, os interesses de seus clientes ou empregadores, sem prejuízo da dignidade e independência profissionais.”

Na sua carreira certamente, irá se confrontar com solicitações dúbias ou mesmo fraudulentas, esteja esperto para identificar quando isso ocorrer e se for o caso, faça uma denúncia.

Pois de acordo com as normas de contabilidade, o contador deve denunciar ao Fisco, atos fraudulentos.

 

# 3 Estudar, não desanimar e acreditar

No começo da carreira é difícil fechar com os primeiros clientes, mas não desista.

Busque se capacitar.

Os conselhos de classes possuem ótimos cursos, muitos na modalidade Ead para ajudar os profissionais como você e eu.

Não desanime, se logo após ter seu Diploma, aprovação no Exame de Suficiência e o número do Registro Digital, ainda não tiver fechado com seus primeiros clientes.

Vá em busca de contatos com ex-colegas de faculdades, professores e no próprio Conselho de Classe.

Networking, pode ajudar muito na prospecção de clientes, além das oportunidades de fazer parcerias.

Acredite, você pode se tornar um profissional capacitado e disputado no mercado. Só é preciso dar o primeiro passo.

 

 

 

 

 

 

Inscreva-se em nossa newsletter

Não enviamos spam!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *