Imposto de Renda 2020: Entenda como funciona e quem é obrigado a declarar

Imposto de Renda 2020: preste atenção ao prazo de envio da sua declaração

A partir do dia 02 de março, começa a fase de envio da Declaração do Imposto de Renda, período que vai até o dia 30 de abril.

É muito importante você entender como funciona a declaração do imposto de renda e quem é obrigado a declarar. Pois o não envio pode acarretar multa, além de restrições ao seu CPF. Atente-se também para enviar as informações corretas e evitar transtornos, como por exemplo, de cair na malha fina.

Existe casos, onde há isenções do imposto, mesmo assim estar atento é fundamental, para que você esteja dentro dos parâmetros da lei.

O que é o Imposto de Renda – IR?

O imposto de renda é um tributo federal cobrado anualmente das pessoas físicas e jurídicas, sobre os ganhos declarados no ano anterior. Na prática, quem recebe mais paga mais imposto.

O IR divide-se em dois tipos de imposto:

  • Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF
  • Imposto de Renda de Pessoa Jurídica – IRPJ

Neste artigo vamos tratar exclusivamente, do imposto de renda da pessoa física.

Quem é obrigado a fazer a Declaração do Imposto de Renda 2020?

  • Quem no ano anterior recebeu rendimentos tributáveis (salários, pensão alimentícia, veículo), sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00
  • Quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas
  • Trabalhadores da atividade rural:

– Que tiveram receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50

– Pretenda compensar, no ano-calendário de 2018 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2018

  • Pessoas físicas residentes no Brasil que no ano-calendário de 2019
  • Trabalhadores assalariados e Proventos de aposentados e pensionistas, com renda mensal superior a R$ 1.903,98

imposto de renda

Pessoas que tiveram em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00

Leia também: Como fazer a Declaração Anual de Faturamento do Microempreendedor Individual (MEI)?

Leia também: Como fazer a Declaração do Imposto de Renda 2020

Como é feito o cálculo do Imposto?

O cálculo do imposto devido é a diferença entre a soma dos rendimentos recebidos durante o ano calendário (exceto os isentos, não tributáveis, tributáveis exclusivamente na fonte ou sujeitos à tributação definitiva) e as deduções permitidas pela legislação.

Veja a tabela progressiva anual utilizada para o cálculo do imposto

Base de cálculo em R$

Alíquota (%)

Parcela a deduzir do imposto em R$

Até 22.847,76
De 22.847,77 até 33.919,807,51.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60154.257,57
De 45.012,61 até 55.976,1622,57.633,51
Acima de 55.976,1627,510.432,32

Na prática o sistema disponibilizado pela Receita Federal já realiza o cálculo do imposto devido, conforme o preenchimento dos dados.

O pagamento do imposto devido pode ser parcelado em até 8 vezes, com valor de parcela mínima de R$ 50,00 mensais.

O imposto que for inferior a R$ 100,00 não poderá ser parcelado.

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

18 Atitudes Para Alcançar Qualquer Objetivo

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora
Não enviamos spam!

Se na apuração o valor do imposto for inferior a R$ 10,00, este não deverá ser pago, deve ser deixado para o próximo exercício ou até que o valor seja superior a R$ 10,00.

A primeira parcela fica com vencimento no dia 30 de abril e as demais, com vencimento sempre no último dia útil de cada mês.

O sistema gerará um Darf para pagamento, que pode ser feito em qualquer agência bancária. O contribuinte pode optar em realizar o débito em conta corrente.

Se ligue no prazo da declaração do Imposto de renda 2020

Fique atento ao prazo da declaração do imposto de renda. Não deixe para última hora. O envio deste ano, começa dia 02 de março e vai até o dia 30 de abril.

O não envio dentro prazo, gera multa de R$ 165,74 no caso de não haver imposto a pagar.

Se houver imposto devido será acrescido 1% ao mês mais a multa mínima de R$ 165,74 e até 20% do imposto devido.

Lembre-se de que sonegar ou omitir imposto é crime, com possibilidade de detenção de dois a cinco anos de reclusão.

Por isso, minha dica é faça sua declaração de imposto de renda o quanto antes.

Se precisar de ajuda profissional para realizar a sua declaração entre em contato pelo WhatsApp.

Elisângela Oliveira

CRC/RS 100785/0-8

Nos siga em nossas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/atitudeenegocios/

Instagram: @atitudeenegocios e @elis.angelaoliveira

Pinterest: https://br.pinterest.com/atitudeenegocios/

Tags: |

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

18 Atitudes Para Alcançar Qualquer Objetivo

Não enviamos spam!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.