O AgroEmpreender – uma missão urgentíssima para salvar vidas!

Comida saudável para gente sem trabalho – mas disposta a gerar alimentação para sua família…Vidas de desempregados podem ser salvas pelo esforço de cada um que tenha sua sobrevivência.

Ao final da Pandemia, vamos ter um país e um mundo diferentes. Diversas mudanças na sociedade universal estarão ocorrendo ou prestes a acontecer. E terão uma vinculação significativa com os Agronegócios vocacionados para a sustentabilidade, responsável pela produção de alimentos saudáveis. A produção de alimentos naturais pode ser feita em qualquer espaço, envolvendo BOA VONTADE de proprietários ou usuários de milhares de espaços desocupados, próximos as áreas urbanas, onde vivem necessitados, desempregados, sem renda, sem alternativas…

Parte destes segmentos que podem ser mobilizados pela DISPOSIÇÃO DE AJUDAR A SALVAR VIDAS, envolvendo estabelecimentos processadores agroindustriais de médio e pequeno porte, poderão atravessar a crise do Coronavírus em condições de manter e expandir produtividades e rendas em um certo nível de equilíbrio – basta que existam consumidores em condições de adquirir, pelo menos parte da capacidade de produção.

Projetos adequadamente estruturados terão facilidade de consolidação e até de expansão. A diversidade das alternativas que deverão compor o receituário tecnológico que adotarão, terão um mercado seguro, consumidores conscientes, motivados, na busca de melhores produtos, a custos ajustados aos conceitos de sobrevivência, motivados pelos gestos de cidadania…que vão influir na imagem dos empreendimentos.

Avaliação ideológica

Paralelamente, o Brasil viverá situações políticas conturbadas, com as próximas eleições municipais bastante disputadas – um primeiro retrato da luta direita/esquerda que certamente se refletirá na aguerrida campanha presidencial e do Congresso Nacional de 2022. Estarão frente a frente os valores ideológicos projetados depois da democratização e baseados na Constituição de 1988 – mas será fundamental que as eleições não sirvam de divisor da sociedade, funcionando como verdadeiro fator de práticas democráticas; a ideologia terá que ser de união em torno do resgate dos cidadãos, a partir de suas necessidades e de seus valores – dos valores de cada um, na retomada do desenvolvimento.

Mudanças drásticas

 Uma das mais importantes transformações estará nas relações de consumo – especialmente na questão alimentar da grande massa da população de menor renda. Uma drástica mudança terá que acontecer, imediatamente, até antes do fim da pandemia, nas condições sanitárias e de alimentação das comunidades operárias – alcançando as famílias trabalhadoras que vivem nas periferias das cidades brasileiras.

Milhões de trabalhadores sem renda

A distribuição de víveres, arrecadados através de doações, por conta da paralisação das atividades econômicas, precisa ser mantida e ampliada, desta forma ou por meio de outras ações, para quem ficou sem renda – mantidas, aperfeiçoadas e ampliadas as atividades solidárias, consolidando um projeto de sobrevivência, atingindo, primeiro, a força de trabalho que já empreendeu alguma iniciativa. São os 10 milhões de empreendedores existentes antes da Covid-19 e as mais de 500 mil recém criadas Micro e Pequenas Empresas, os negócios de Micro Empreendedores Individuais – e os milhares de Empreendedores informais.  Em seguida, serão vitais as estratégias para apoiar quem concluiu alguns cursos de qualificação e que continuam sem emprego; e para os que estavam frequentando estudos profissionalizantes, que devem ser retomados. Estes são cerca de 1,9 milhões de brasileiros entre 18 e 36 anos de idade, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Responsabilidade e Consciência

Imediatamente, é absolutamente emergencial e responsabilidade de todos os cidadãos brasileiros, estruturar a melhoria das condições de vida e trabalho para comunidades de adultos entre 30 e 60 anos, com experiências e vivências. Eles compõem parte considerável dos quase 15 milhões de brasileiros sem trabalho, identificados antes da pandemia. A produção, as colheitas, o processamento, a distribuição e as entregas de alimentos básicos são tarefa que precisam ser assumidas pelas lideranças dos Agronegócios Sustentáveis, junto com as organizações sociais – conscientizados da importância de preservar estes cidadãos e cidadãs dispostos a trabalharem pela sustentação de seus núcleos familiares estruturados e organizados, voltados para o bem.

O segmento jovem, ainda sem qualificação, dessas comunidades – que vivem amontoadas em periferias faveladas, residindo em condições precárias, mal alimentadas e sem chances de estudar e capacitar-se para atividades adequadamente remuneradas estará nas ruas, manifestando-se ruidosamente, em busca de soluções para os problemas que enfrentam com suas famílias no dia a dia, em busca de uma vida melhor.

Uma proposta racional

Soluções socioeconômicas e estratégias emergenciais para atender às demandas cruéis e dramáticas de sobrevivência destas multidões, ainda pacíficas e ordeiras (graças a Deus!),  vindas, até como intervenções amistosas e positivas de convencimento por parte da União, dos Estados e dos Municípios para a realização de Parcerias com Prefeituras, Cooperativas, Sindicatos, Associações Comunitárias e Profissionais, Igrejas e Grupos de trabalho social – envolvendo produtores que detém controles de áreas de terras mal aproveitadas, que não estejam mobilizadas para produção de alimentos, especialmente localizadas próximas às áreas urbanas, podem representar solução para o esgotamento da solidariedade.

Será importante – antes que os recursos governamentais de ajuda na sustentação das populações sem renda das periferias urbanas estejam totalmente esgotados – que se inicie    um movimento capaz de coordenar estas iniciativas, mesmo que o envolvimento governamental retarde, alguma ação deve ser encaminhada AGORA, IMEDIATAMENTE .

Renato Moreira  webradiotv@gmail.com 

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

Baixe Gratuitamente o E-book Guia da Transformação Vencedora

18 Atitudes Para Alcançar Qualquer Objetivo

Não enviamos spam!

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Gostei muito do tema abordado no artigo, bem explicado e certamente irá ajudar muitas pessoas!

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.